Perfil do trabalhador Rural na Região Sul do Brasil.

Em levantamento e estimativa realizada pela própria Unitfour foi traçado o perfil dos trabalhadores rurais da região Sul do Brasil, levando em consideração profissionais que possuem como Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) cargos como criado de bovinos (corte), pecuária polivalente, produtor agrícola polivalente e agropecuário, no geral, supervisor de exploração agropecuária, trabalhadores agropecuários em geral e da pecuária (bovinos corte).

Chegou-se então nos seguintes dados:

A proporção dos sexos nos cargos analisados é de 53% do público masculino, 43% do feminino e 4% não identificada. Já a idade dos trabalhadores que possuem registro na carteira com estes cargos se destaca, em sua maioria com pessoas acima dos 41anos (82%). A divisão completa abrange jovens de 20 a 30 anos (6%), 31 a 40 anos (12%), 41 a 50 anos (24%) e acima de 60 anos (40%).

Na divisão de estados do Sul do Brasil, o Rio Grande do Sul registra maior número de profissionais rurais (56%), em seguida o Paraná registra 31% de trabalhadores rurais e Santa Catarina vem em terceiro lugar com 13%.

Neste levantamento foi comparado o tamanho da população viva de cada estado da região Sul versus o número de pessoas com funções consideradas neste estudo.

Chega-se à conclusão que aproximadamente 4% dos moradores de Santa Catarina atuam no campo, enquanto no Rio Grande do Sul encontramos o dobro, com 8% dos moradores.

Foi analisado o fator do êxodo rural onde constatou-se que 98,7% dos profissionais rurais residem em cidades do interior da região Sul enquanto 1,3% residem nas capitais Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre.

Assim também se chegou a constatação de que 99,8% dos residentes de capitais moravam anteriormente em cidades no interior dos estados analisados. Indicando grande migração de trabalhadores da zona rural para as capitais.

ENRIQUECIMENTO DE DADOS EMAIL MAILING

 

Deixe uma resposta