Setor imobiliário aposta em nova proposta de crédito.

Uma proposta pouco tradicional de financiamento imobiliário, que depende da boa vontade das instituições financeiras, tornou-se uma das apostas de incorporadoras de média e alta renda para lidar com o pesadelo dos distratos, onde os bancos antecipam o momento em que passam a financiar efetivamente o cliente final.

Geralmente isso só acontece com o imóvel pronto, quando o comprador recebe as chaves, até então, o banco financia apenas a construtora. Por esse motivo, no formato tradicional, quando o cliente desiste de uma compra antes de o imóvel ser entregue, as consequências desse cancelamento pesam no bolso da construtora, não das instituições financeiras.

De parte das instituições financeiras, o Banco do Brasil (BB) diz que vai investir fortemente na operação. Segundo Raul Moreira, VP executivo de negócios de varejo, a instituição tem interesse estratégico no modelo, independente do cenário das construtoras.

A Caixa Econômica Federal (CEF) admite que o produto é exitoso e que supera a capacidade do banco em oferecê-lo.

Para as incorporadoras, o repasse antecipado é visto como forma de contribuir para vendas.

Como o preço do imóvel é fixado no repasse, o produto funcionaria para imóveis de menor valor, cujo ciclo de construção é mais rápido, como no Minha Casa Minha Vida, por exemplo. Nos imóveis mais caros, com ciclo de construção em cerca de três ou quatro anos, embutir no preço a inflação do período deixaria o imóvel muito caro.

Gilberto Abreu, presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP), reconhece que BB e Caixa têm força para alavancar um produto cujo ponto de partida hoje é muito pequeno. Vê ainda como legítima a busca das incorporadas por alternativas para fugir dos distratos e estabelecer vínculos jurídicos mais fortes com os clientes. “Mas temos discutido que o financiamento na planta não resolve necessariamente todos os problemas”, pontua Abreu.

Você também vai gostar de:


Equipe UnitFour, informações certas de um jeito inteligente.

Deixe uma resposta