30% da população Brasileira está inadimplente

Atualmente com a difícil condição econômica do Brasil a inadimplência tende a aumentar cada vez mais, principalmente com a piora na renda e aumento de desempregos, levando mais brasileiros a ficar com o nome sujo.

De acordo com o levantamento realizado pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), a quantidade de brasileiros com nome sujo subiu de 54,5 milhões em fevereiro para 58,7 milhões em março.

Segundo a pesquisa, na passagem de fevereiro para março, cerca de 800 mil consumidores ficaram inaptos para adquirir novos financiamentos. Este número representa 28,8% de toda a população brasileira estimada em cerca de 204 milhões e 39,64% da população com idade entre 18 e 95 anos.

Na pesquisa da Boa Vista SCPC, o indicador que mede o aumento da inadimplência subiu 2,8% no acumulado em 12 meses. No trimestre, a alta foi de 5,8%. “Os dados do primeiro trimestre estão um pouco piores. Neste ano, estamos esperando um aumento da inadimplência”, afirma Flávio Calife, economista da Boa Vista SCPC.

O quadro atual da inadimplência é bastante diferente do verificado entre 2011 e 2012, quando muitos brasileiros se endividaram por causa da expansão do crédito num cenário econômico favorável, de aumento da renda e queda do desemprego. Atualmente, tanto a renda como o emprego estão se deteriorando e a inadimplência é explicada por problemas orçamentários familiares.

Deixe uma resposta