O aumento da taxa Selic e sua influência na economia brasileira.

A taxa Selic (Sistema Especial de liquidação e Custódia) é o sistema eletrônico que permite a atualização diária das posições das instituições financeiras, possibilitando um controle maior sobre as reservas bancárias.

É considerada uma taxa básica, tendo influência sobre os juros e toda a economia brasileira. Com a taxa Selic em alta os brasileiros tendem a consumir menos, diminuindo os níveis de inadimplências que estão altíssimos, se a taxa baixar o consumo aumenta, podendo influenciar também no aumento de brasileiros endividados.

Os juros básicos subiram de 13,75% para 14,25% ao ano, seguindo a decisão tomada na última quarta-feira (29), pelo comitê de política monetária (COPOM) do Banco Central. O comitê entende que os juros deverão continuar altos por período prolongado, devido as metas de conversão da inflação para 2016.

O presidente da Associação Comercial de São Paulo, Rogério Amato, não apoiou a decisão do COPOM e afirmou em nota: “Lamentamos a decisão do Copom porque todos os indicadores de desempenho das empresas mostram que a economia está fraca e caminhando para a recessão. A combinação de aumento de impostos e tarifação, de um lado, e juros elevados, de outro, deve agravar a tendência de desaceleração das atividades econômicas, com reflexo negativo sobre o emprego e a renda. O necessário e esperado ajuste fiscal deve se fazer pelo lado do gasto público, o que até o momento não ocorreu”.

Conheça mais:

Deixe uma resposta