Melhorando o desempenho de campanhas de E-mail Marketing com Big Data

A comunicação com o cliente através de E-mail Marketing tem sido uma ferramenta muito útil, por suas diversas funcionalidades, como saber a posição geográfica de abertura do e-mail, data e hora, heatmap de áreas de interesse, dispositivo utilizado, além da possibilidade de criar uma comunicação rica e atraente.

Nos últimos anos, entretanto, com a evolução e barateamento de algumas tecnologias, o e-mail marketing vem dividindo espaço com outras tecnologias como o SMS, Facebook, Twitter, Instagram e até mesmo o Whatsapp. Essa redução de uso é muitas vezes motivada por baixas taxas de abertura, ou campanhas que não levam em consideração boas políticas em sua concepção e acabam caindo em caixas de SPAM.

Vale lembrar que as ferramentas Anti-SPAM, principalmente com a utilização de Big data, vêm evoluindo muito, pois possuem uma massa de dados bastante significativa para incrementar diariamente seus algoritmos de machine learning, permitindo que o software tome decisões baseado no histórico de padrões dos e-mails recebidos. O GMAIL da Google utiliza essa tecnologia para aprimorar seu filtro anti-SPAM.

 

E diante desse cenário, aonde o Big Data pode auxiliar em suas campanhas?

 

O Big Data deve ser utilizado como ferramenta para conhecer cada vez mais o cliente, e diante disso gerar campanhas específicas, baseadas nos gostos de cada cliente. Segundo pesquisas de empresas de envio de e-mail marketing, propagandas customizadas geram aumento da taxa de abertura de até 30%.

As campanhas devem gerar um ciclo de retro alimentação da base onde os dados não devem ser descartados, pois o comportamento do usuário pode gerar padrões para sugestionar interesses para usuários similares. Além disso, integrar os links do e-mail com a pagina pode gerar informações valiosas, pode-se por exemplo correlacionar um item clicado, com a navegação do usuário e itens abandonados no carrinho em visitas passadas, atendendo a premissa de oferecer para o cliente aquilo que ele quer no momento em que ele precisa.

A utilização de ferramentas de Analytics, reforçam o time de soluções que devem ser adotadas para acompanhar o dinamismo da campanha.

A Unitfour tem auxiliado muito clientes, não apenas em projetos de e-mail marketing fornecendo dados cadastrais à partir de um e-mail informado, assim como no fornecimento de outros dados importantes como perfis de consumo e geográfico, quadro societário e redes sociais para projetos onde os dados do CRM não foram suficientes para uma tomada de decisão. No início de 2015, iniciamos o processo de atribuições de redes sociais com o Facebook e na terceira semana de fevereiro, teremos essa funcionalidade nativa no Intouch (http://intouch.unitfour.com.br) para que nossos clientes possam fazer uso de mais esse dado, tão importante para o sucesso nos negócios.

Apesar de ser a buzzword do momento o uso do Big Data ainda tem muito que evoluir, o que estamos vendo ainda é a ponta do iceberg, segundo o hype cycle 2014 do Gartner Group ainda teremos de 4 a 10 anos de evolução até que o Big Data seja utilizado em escala no ambiente corporativo. Quem souber aproveitar o momento sem dúvidas irá colher os benefícios de ter começado antes.

Veja mais:

 

 iama Fabio Iamazaki fabio.iamazaki@unitfour.com.br, analista de sistemas, com MBA em Big Data, atua há 14 anos na área de TI em soluções de voltadas para mercado acionário, inteligência de negócio e Marketing Direto. Atualmente exerce a função de Diretor de TI na Unitfour.

ENRIQUECIMENTO DE DADOS COMPRAR MAILING LIST

Deixe uma resposta